Menu fechado

COLIBRIS

FICHA TÉCNICA

FUNDAÇÃO: 14/03/2003

CORES: Azul e Branco

SÍMBOLO: Colibri

SEDE: Salvador-BA

CARNAVAL VIRTUAL 2019

"Os Alquimistas estão chegando"

Enredo - Colibris - Carnaval Virtual 2019

foi o enredo escolhido pela guerreira para o próximo carnaval.

Saiba tudo sobre o enredo, sinopse e informações da disputa de samba enredo

Acessando aqui


SOBRE A ESCOLA

NOSSA HISTÓRIA

Nascida em berço esplêndido! A Colibris surgiu em março de 2003, comemorando o sétimo título de sua madrinha, a Beija-Flor de Nilópolis. Azul e branco triunfal e sem igual, foi a máxima representante da escola de Nilópolis na LIESV. Com fundação em João Pessoa (antiga sede), já foi sediada em Salvador, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Gonçalo. Agora novamente em Salvador comprova cada vez mais que ela tem a cara do Brasil e como o povo brasileiro é uma escola guerreira que não desiste nunca.

Em seu primeiro carnaval exaltou uma guerreira – Clara Nunes e Colibris uniram-se em uma única imagem, cantaram e choraram a saudade de um encontro que não veremos mais. O samba é considerado o primeiro grande clássico da LIESV, apesar da escola ter sido apenas a quarta colocada na apuração.

A escola sempre teve como característica apostar em desfiles fortemente ligados à cultura brasileira, chegando ao vice-campeonato em 2005, com “Casa Grande e Senzala”. Após o carnaval de 2006, acabou descumprindo o regulamento da LIESV quanto ao recadastramento, sendo rebaixada.

A mudança da presidência, que passou a Guilherme Dourado, deu novo fôlego para a escola. Com o trabalho de Murilo Duarte e do intérprete Pedro Ferraz, a escola acabou sendo campeã do Grupo de Acesso de 2007. Porém, no ano seguinte, a tradicional agremiação acabou rebaixada para o Grupo de Acesso em 2009. Antes dos desfiles, assumiu um novo presidente: Théo Valter, que substituiu Guilherme Dourado.

Depois do carnaval virtual 2009, a Colibris fez uma fusão com a SVS Cruzeiro do Sul, com Rodrigo Raposa passando a ocupar a vice-presidência da agremiação, que manteve o nome e adicionou “Guerreira” à nomenclatura inicial, se tornando Grêmio Recreativo Escola de Samba Virtual Guerreira (GRESVG) Colibris.

Em 2010, a escola superou as dificuldades e, com um belíssimo desfile, foi a campeã do Grupo de Acesso, voltando para a elite do carnaval virtual. Após a apresentação, Théo Valter entregou o comando da Colibris para Rodrigo Raposa que, em março de 2011, o repassou a Gustavo Martins.

Desde 2012, Murilo Sousa é o presidente da escola, que em 2013 retirou o Guerreira do nome oficial, retornando ao seu nome de origem. Com a chegada de Mateus Schappo à criação, a escola foi vice-campeã do Acesso em 2014 contando a história de Raul Seixas e retornou ao Grupo Especial.

A Colibris é a única escola remanescente do primeiro Carnaval Virtual. Ela é única, inimitável! Ela resiste ao tempo e a todas as adversidades e continua a manter seu brilho e sua classe! Ela é a Guerreira Virtual!

PREMIAÇÕES

Em breve...

MEUS ANTIGOS CARNAVAIS

Cangaceiros .::. Carnavais

2019

  • Grupo

    Enredo: ---

    Classificação: ---

2018

  • Grupo Especial

    Enredo: Êxodo

    Classificação: 9º Lugar

2017

  • Grupo Especial

    Enredo: PERNAMBUCO, LEÃO COROADO E PATRIOTA – 200 ANOS DE REVOLUÇÃO

    Classificação: 7º Lugar